Vivendo a Fé 39 - Jesus seria evangélico hoje?

Vivendo a Fé 39 - Jesus seria evangélico hoje?

Lançamento Destaque

 

Simulador de Frete
- Calcular frete


Apresentação

Os Evangelhos trazem informações sobre a pregação de Jesus durante o seu ministério entre as pessoas, mensagem que transformou muitos de seus ouvintes em seus seguidores. Mas trazem também informações sobre vários ouvintes que se tornaram seus opositores, sobretudo entre aqueles que estavam ligados à religião oficial de Israel, ao Templo e aos seus rituais tradicionais.

Há vários textos que descrevem confrontos entre Jesus e esses opositores, às vezes por questões simples, como lavar as mãos antes de comer, às vezes por diferenças teológicas, como o tema da ressurreição, por exemplo.

O objetivo desse conjunto de lições é analisar alguns desses textos. O que se pretende discutir nesses confrontos entre Jesus e os religiosos “oficiais” é a falta de sintonia da mensagem nova proclamada por Jesus em relação às práticas já estabelecidas. Essas diferenças entre o que Jesus pregava e os hábitos religiosos do povo e dos religiosos é a causa maior da sua rejeição pelos fariseus, intérpretes da Lei, saduceus e anciãos.

Para entender essas altercações e suas implicações para a igreja, toma-se por base dois enfoques fundamentais: 1) o conceito de graça de Deus, encontrado extensivamente nos discursos de Jesus, e que se contrapõe à teologia consagrada em grande parte do Antigo Testamento (e ainda em vigor no tempo dos Evangelhos), comumente denominada como teologia da retribuição, em que cada pessoa recebe de Deus o equivalente à sua obediência e fidelidade, tanto para o bem quanto para o mal; 2) a proposta de Reino de Deus proclamada por Jesus não podia caber nas estruturas religiosas existentes no judaísmo. Em parte, ele mesmo faz alusão a este fato ao afirmar que não se coloca vinho novo em odres velhos, nem remendo novo em roupa velha (Lc 5.37). Portanto, pode-se afirmar que, por conta desses dois aspectos, Jesus não seria um adepto do judaísmo nos moldes consagrados de sua época. Em termos religiosos, ele era parte da contracultura. Um outsider.

Ao analisar os textos a partir desses dois enfoques, pretende-se discutir como a estrutura religiosa que a igreja acabou privilegiando historicamente, com perfil diferente daquele do judaísmo, está ou não em sintonia com o discurso do Reino de Deus encontrado no ensino de Jesus. Em outras palavras, ao olhar para a igreja como religião instituída, pergunta-se: Jesus seria hoje evangélico?

A estruturação das lições segue uma lógica simples. Alguns confrontos tratam de práticas religiosas que valorizam o ritual e desvalorizam a pessoa, como a discussão sobre cura no sábado. Essas estarão sob o título Reino de Deus e a valorização da pessoa. Outras tratam de temas com consequências para vivência social, como as questões do divórcio e o pagamento de impostos a Roma. Essas estarão sob o título de Reino de Deus e as implicações sociais. E um terceiro bloco traz os confrontos que tratam de assuntos teológicos, como a discussão sobre qual é o maior dos mandamentos, por exemplo. Elas estarão juntas sob o título de Reino de Deus e as questões teológicas.

Rev. Reinaldo Olécio Aguiar
Autor das lições

SUMÁRIO

1. O pior cego é o que não quer ver
2. Curar ou perdoar - eis a questão
3. Saúde é o que interessa, o sábado não tem pressa!
4. A incrível mulher que encolheu
5. O que Deus juntou... mas Deus juntou?
6. Uma cilada para Jesus Cristo
7. Manda quem pode e obedece quem é do Reino
8. Nem Filho de Davi e nem Belzebu
9. Quem ama a Deus ama o próximo
10. Não confunda alhos com bugalhos
11. A mulher de sete maridos
12. Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço
13. O reino dos saudáveis X o reino dos doentes

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características



Ficha técnica

Título: Vivendo a Fé 39 - Jesus seria evangélico hoje?

Autor(es): Reinaldo Olécio Aguiar

Editora: Pendão Real

Páginas: 76

Formato: 14x21 cm

Peso: 80 gr

ISBN: 978-85-5511-045-0


Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. Os preços, promoções, condições de pagamento, frete e produtos são válidos exclusivamente para compras realizadas via internet.
Design by Auaha